/>

Brasil

15.out.2015

Quando fui convidado para participar de uma campanha publicitária onde poderia escolher uma viagem dentro do Brasil, logo repeti o que sempre faço nos momentos em que penso em viajar pelo nosso país: olhei para a região amazônica.

Foto: Gabriel Prehn Britto

É claro que esse lugar maravilhoso e cheio de frutas incrivelmente deliciosas não tem nada de exótico para os brasileiros que vivem nele e nas vizinhanças. Mas, para mim, um cara do sul, da outra ponta do país, a vida na Amazônia é o que existe de mais diferente no Brasil.

Encontrei várias possibilidades olhando para o mapa da região. Pensei em Roraima, Rondônia, Acre, Amapá, reservas ecológicas e cidadezinhas perdidas, como Fordlândia, no Pará. Mas a travessia de 1600 km entre Belém e Manaus, pulou na minha cara como a grande oportunidade.

Além de ser uma viagem que eu já desejava havia alguns anos, aparentemente nenhuma outra alternativa reunia tantas coisas que eu adoro: uma experiência completamente estranha (afinal, eu nunca havia passado tanto tempo em um barco), contato constante com pessoas e histórias, vivência de culturas diferentes, paisagens absurdamente lindas, paz e muitos dias de viagem.

Escolhi sem medo de errar. E não errei. (mais…)

14.out.2015

A CHEGADA

14 de outubro de 2013

O clima bom de ontem foi ligeiramente quebrado na manhã de hoje. Às 6h22, bateram na porta da minha cabine.

Foto: Gabriel Prehn Britto

Dmitri, um russo com uma história de viagem incrível, teve o celular roubado de dentro do seu bolso, enquanto dormia. Como eu era o único por ali que falava inglês e português, uma comitiva de passageiros veio até mim.

No barco é assim: cada um ajuda os outros do jeito que pode e acaba assumindo um papel ao longo da viagem. (mais…)

13.out.2015

CLIMA ESTRANHO

13 de outubro de 2013

Existe um sentimento estranho e geral no ar quente (insuportavelmente quente) que paira sobre o barco. É uma mistura de sensações boas e ruins.

Foto: Gabriel Prehn Britto

As sensações boas giram em torno do fato de que a viagem está acabando. Já entramos no estado do Amazonas e passamos por quase todos os portos, restando apenas um antes de Manaus. Mais importante que isso, faltam apenas uma noite, uma manhã e uma tarde aqui dentro, o que não é nada perto das 4 noites, 4 dias inteiros e um fim de tarde já passados por todos que embarcaram em Belém. Para mim, pessoalmente, falta apenas uma noite jantando misto quente, o que é um alívio e tanto.

No outro extremo estão as sensações ruins. E por mais contraditório que isso possa parecer, elas são causadas por uma outra sensação boa: a de que a viagem está ficando cada vez melhor. (mais…)

12.out.2015

ALTER DO CHÃO

12 de outubro de 2013

Sendo bem direto e sério, porque a ocasião exige: se você fizer essa mesma viagem entre Belém e Manaus, não faça o trajeto de uma vez só. Divida a jornada em duas partes e aproveite para passar alguns dias em um pedacinho do paraíso.

Foto: Gabriel Prehn Britto

Parece mar, mas é o Tapajós

Para fazer isso, compre uma passagem de Belém para Santarém, desça, vá até um lugar chamado Alter do Chão, passe uma vida inteira lá e depois siga adiante com outra passagem de Santarém até Manaus. (mais…)

11.out.2015

ADEUS

11 de outubro de 2013

Certa vez escrevi sobre como pode ser difícil se despedir dos guias turísticos que passam por nossas vidas. Dependendo da situação, depois de um, dois ou até mais dias de convívio, é normal nascer uma amizade entre o viajante e seu anfitrião. Mas a distância entre ambos é inevitável e as despedidas no fim da jornada são muitas vezes definitivas.

Foto: Gabriel Prehn Britto

Hoje, depois de pouco mais de 50 horas no barco entre Belém e Manaus, vejo que as despedidas dos guias são até fáceis perto das que acontecem entre as pessoas que fazem essa viagem e que, inevitavelmente, se tornam amigas durante ela. (mais…)

10.out.2015

NADA PARA FAZER

10 de outubro de 2013

Meus novos amigos se levantam cedo. Pudera: o café da manhã que o barco oferece gratuitamente (pão e margarina) vai das 6h às 7h30. Quem não aproveita fica com fome ou compra algo no bar ou paga R$ 5 pelo “café da manhã especial”, que vai das 8h às 9h.

Foto: Gabriel Prehn Britto

O sol nascendo e todo mundo já de pé

Além do café grátis, outro motivo para o pessoal levantar cedo é a hora em que o mesmo pessoal dorme. Ontem, não eram nem 9h30 da noite e muitas redes já estavam embalando seus donos. Até o bar fecha às 11h, encerrando um dia inteiro de música ininterrupta e alta, que toma conta de todo o barco. (mais…)

9.out.2015

Talvez você não se lembre ou nem saiba, mas em 2013 eu participei de uma campanha publicitária na qual eu e mais 5 pessoas (Ricardo Freire e Ailin Aleixo entre elas, me enchendo de orgulho por estar naquele grupo) viajamos para lugares diferentes do Brasil, fotografando e escrevendo sobre nossas experiências.

Os textos e as fotos de cada um foram publicados num site especial criado para a campanha e que naturalmente saiu do ar depois que toda a função terminou.

Foto: Gabriel Prehn Britto

Eu sempre tive vontade de escrever algo sobre aquela aventura maravilhosa no meu blog, mas nunca fiz por preguiça, falta de tempo, prioridade para outros assuntos e aquela coisa toda.

Porém, há alguns meses, percebi que a viagem estava prestes a completar dois anos e achei que era hora de tomar jeito e colocar algo neste espaço. Então resolvi comemorar esse aniversário republicando os textos que escrevi na época (com pequenas adaptações), para me lembrar daquela experiência incrível e dividir com você o que vivi e aprendi.

E qual foi a viagem que eu fiz?

Como você já viu ali no título deste post, foi a travessia entre Belém e Manaus num barco regional.

Uma jornada linda, inesquecível e extremamente recompensadora. E também uma ótima alternativa para quem quiser ficar longe do nosso dólar pornográfico.

(mais…)

28.out.2013

[PUBLIEDITORIAL]

Gabriel promete novidade, Gabriel cumpre. Mas a novidade não é exatamente aqui, não. É no site do Guia Canon, um projeto muito legal, do qual estou participando.

A história toda está bem explicada lá, mas é mais ou menos assim: a Canon selecionou 6 viajantes para cobrirem 6 destinos do Brasil e montarem um guia com experiências, dicas e, é óbvio, muitas fotos. (mais…)

15.nov.2011

Chegou a hora de dar o serviço sobre Mamirauá.

Se você tiver alguma dúvida além destas aqui, fique à vontade para perguntar na caixa de comentários. Vamos lá.

(mais…)

13.nov.2011

A pousada Uacari está a 1h30 de lancha da cidadezinha mais próxima. Não tem internet, nem celular, nem televisão, e a energia elétrica (gerada por paineis solares) não pode ser desperdiçada com bobagens. O café da manhã é servido às 7h e os dias são longos.

É bem normal que você se pergunte: o que diabos se faz em um lugar assim?

Muitas coisas.

(mais…)