Ghalam

Destaque

11.ago.2014

Uma semana depois de ter publicado os motivos que me levam à Geórgia, volto para dizer que já montei um esqueleto de roteiro e excluí dele uma das razões que me fazem ir para o país.

Qual delas? Essa aqui embaixo, a Abecázia.

Mas por que um viajante que gosta de destinos diferentes vai perder uma chance dourada de entrar em um território ex-soviético separatista que só é reconhecido oficialmente por 4 nações integrantes da Onu? (mais…)

31.jul.2014

“Geórgia?!… Hm… É nos Estados Unidos?

Se você se fez a pergunta acima quando leu o título deste post, não se preocupe. Eu venho escutando ela de quase todas as pessoas para quem revelo um dos destinos da minha próxima viagem. E acho bem normal, até. A Geórgia dos Estados Unidos é muito mais famosa do que a Geórgia da Europa. Ela tem Atlanta, tem a Coca-Cola, teve Olimpíada em 1996.

David Fielke (CC BY-NC-ND 2.0)

Só que a Geórgia da Europa não deve ser esquecida, muito menos por quem gosta de paisagens lindíssimas, histórias incríveis, ex-repúblicas soviéticas, povos hospitaleiros e lugares diferentes no nosso mundinho.

Irei para lá entre outubro e novembro, na mesma viagem em que visitarei a Jordânia. Aliás, essa combinação de países não faz o menor sentido, mas não vou me preocupar em explicar agora. Para o momento, vamos ao que interessa: por que eu resolvi ir para a Geórgia? (mais…)

15.jul.2014

O cenário é bonito, mas não chega aos pés de qualquer praia brasileira localizada ao norte do Rio Grande do Sul. O clima também não é dos mais agradáveis, com calor além da conta na maior parte do ano e (dizem) até uma friaca considerável durante dois meses.

Ainda assim, não seja louco de perder o Mar Morto em uma visita à Jordânia. Ele é um combo de atrações para quem curte geografia, ciências, história, religião, política e até para quem quer apenas se divertir horrores.

Aliás, principalmente para quem quer apenas se divertir horrores. (mais…)

8.jul.2012

Não faz muito tempo, apresentei aqui as Ilhas Aleutas, uma região que esse blogueiro, na sua bendita ignorância, julgava ser o ponto mais interessante entre EUA e Rússia.

All rights reserved by slobirdr

Mas daí apareceu um lugar muito, muito, muito melhor: as Ilhas Diomedes. (mais…)